Encontro regional da Pastoral da Juventude Rural (PJR) da região sudoeste da Bahia

No ultimo final de semana, 29 e 30 aconteceu o primeiro encontro regional da Pastoral da Juventude Rural (PJR) da região sudoeste da Bahia, na cidade de Cordeiros.

O encontro teve o objetivo de formação, organização da PJR nas comunidades de Cordeiros e região sudoeste, com os grupos de base existentes nas comunidades de Agreste, Tremedal, Poço da Pedra, Manoel Vitorino e junto com a articulação da Comissão Pastoral da Terra, CPT na região.

IMG_7199
Foto: Joabes Casaldáliga

Dividido em dois momentos, com uma analise conjuntural do atual momento que vivemos, Vinicius, do MAM-Movimento Pela Soberania Popular na Mineração, trouxe elementos do atual contexto politico para as comunidades do campo, no qual na sua análise, ele não ver muita luz à não ser pela luta popular de ocupação de seus espaços. Vinicius trouxe um histórico da realidade brasileira culminando no golpe de 2016 onde o que estava em pauta era a retirada de direitos dos povos. O campo foi o mais atingindo, as comunidades tradicionais e a juventude que estão inseridas nesses espaços.

O jornalista do site Meus Sertões, Paulo Oliveira, parceiro da PJR, expôs um pouco da atuação do site nas comunidades sertanejas e que tem o objetivo de contar as historias do povo do sertão nas cidades do semiárido brasileiro.

IMG_7195
Foto: Joabes

Daniela, da PJR Bahia, da cidade de Monte Santo, apresentou a PJR no seu contexto histórico de criação, sua mística e as pautas de luta junto à juventude camponesa. Daniela, ainda fez um resgate dos 35 anos da PJR a nível nacional, os encontros, assembleias e seminários até os dias de hoje. Os jovens fizeram uma exposição das suas demandas na região com uma conclusão que devemos ter uma pastoral mais presente nas comunidades articulando as juventudes desses espaços.

IMG_7191
Foto: Joabes

Ao final do encontro saímos com o compromisso de nos inserirmos no contexto politico tanto local quanto em instancias de debates nacional, dizendo ELENÃO e contra todo retrocesso que o horizonte nos aponta neste atual momento. Também tiramos uma agenda de visita e nomeamos uma nova equipe de coordenação na região com representatividade das cidades presentes.

#ELENÃO
PJR, MISTICA, LUTA E RESISTÊNCIA!

Fonte: Comunicação PJR da Bahia

Publicado por Comunicação da PJR Brasil

Anúncios

CARTA CONVITE: PASTORAL DA JUVENTUDE RURAL (PJR) BAHIA

Alumiado e guiado pela luz do camponês de Nazaré, com a força da mística da nossa juventude camponesa, das comunidades tradicionais onde estão inseridas, cantando sua mística, plantando sua terra, cuidando do espaço sagrado (a mãe terra). Espaço onde nossas raízes se fazem luta, convivência contextualizando a realidade de cada jovem mulher e cada jovem homem.
Com espírito de um novo tempo, tempo este que requer de nós luta e muita reflexão para pautarmos nosso espaço como prioridade na atual conjuntura que vivemos, com tantas propostas nascendo neste tempo onde não vemos muita luz num horizonte próximo. Isso requer de nós olharmos o horizonte, com um olhar especial aos povos tradicionais, as comunidades, a juventude do campo, que serão aqueles/as os mais atingidos por este modelo capitalista pautando retirada de direitos.
Com o olhar e sobre as luzes do Senhor Bom Jesus da Boa Vida, com a doçura e protegidos com o manto sagrado da nossa mãe, Nossa Senhora da Soledade, padroeiro/a, que iremos nos reuni na cidade de Cordeiros, semiárido do sudoeste da Bahia, nos dias 29 e 30 para dialogarmos com as juventudes do campo e da cidade, no primeiro encontro regional da Pastoral da Juventude Rural (PJR). Encontro que tem o objetivo de formação e articulação com as bases.
Fé, luta e mística, elementos essenciais para acolhermos as juventudes das comunidades rurais e urbanas que virão. Fé, porque acreditamos na luz de Cristo para nosso caminhar inspirado pelo Evangelho. Luta, porque cremos em dias melhores que só acontecerá com a força da nossa juventude dialogando num projeto de sociedade popular e unitário. Mística, porque somos filho da mãe terra e acreditamos no encanto, na reza, na devoção popular que inspira-nos avançar cantando alegres.
Venham! Tragam luzes, alegrias, tragam o que a juventude tem de melhor… seus encantos, tragam seus cantos para cantar!
PJR, MÍSTICA, LUTA E RESISTÊNCIA!

DNJ – JUVENTUDE EM DEFESA DA VIDA DOS POVOS E DA MÃE TERRA

Neste ultimo final de semana sábado (21) e domingo (22) o Setor Juventude e a Pastoral da Juventude da Arquidiocese de Vitória da Conquista, realizaram o Dia Nacional da Juventude – DNJ. Este ano o DNJ teve como tema JUVENTUDE EM DEFESA DA VIDA DOS POVOS E DA MÃE TERRA e lema OS HUMILDES HERDARÃO A TERRA (Salmo, 37,11).

Como nos outros anos o DNJ vem em comunhão com a CF (Campanha da Fraternidade) que teve como tema FRATERNIDADE: BIOMAS BRASILEIROS E DEFESA DA VIDA.

A opção pelo tema deste ano nos remete a Encíclica do Papa Francisco Laudato Si, que tem como proposta, o cuidado com a nossa casa comum e uma integração de amor e cuidado do ser humano com a natureza e a mãe terra.

Na Arquidiocese foi realizado em dois momentos, sábado e domingo, tendo o domingo como a parte mais de formação, onde aconteceram os três GTs (Grupos de Trabalhos). Sendo o primeiro GT, com o tema Território, o segundo, Cultura e o terceiro, Ecologia.

A  Pastoral da Juventude Rural – PJR assessorou o Grupo de Trabalho Território, onde o companheiro Joabes, da coordenação estadual, apresentou elementos preocupantes em relação aos territórios tradicionais. Segundo Joabes, estão oficializando o genocídio dos povos das comunidades, de forma clara o que o congresso através de sua bancada ruralista vem aprovando.

“Os acontecimentos desses últimos meses, as mortes dos companheiros da Bahia do Movimento dos Pequenos Agricultores – MPA, as três grandes chacinas, no Maranhão, em Colniza, Mato Grosso e em Pau D´arco no Pará é a forma como este desgoverno vem tratando os camponeses e os povos tradicionais” afirma Joabes.

Joabes ainda ressaltou que neste momento é preciso o trabalho de base, junto a várias expressões de juventude, seja na Igreja ou nos movimentos sociais, na roça ou na cidade.

Confira o álbum

Texto e fotos, comunicação da Pjr Bahia

Nota de Repúdio pelo Assassinato do Camponês Júnior Mota

“Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.” João 10:10

A Pastoral da Juventude Rural – PJR vem a público manifestar suas condolências aos familiares e aos companheiros e as companheiras militantes do Movimento dos Pequenos Agricultores – MPA pela perda de mais uma liderança no Campo, como também manifestar repúdio e perplexidade diante de mais um assassinato no Campo, desta vez do companheiro Júnior Mota, que teve sua vida ceifada na tarde de hoje (13) no município de Antonio Gonçalves/BA, o mesmo era militante do MPA e líder da Comunidade Quilombola de Jiboia.

Sendo que a preservação da vida, é uma de nossas bandeiras de luta, repudiamos veementemente a violência que tem tomado conta do Campo, e feito diariamente suas vitimas, com requintes cada vez mais cruéis.

Consternados com o ocorrido cobramos das autoridades competentes soluções e uma resposta rápida sobre o caso, e que todas as providências cabíveis sejam tomadas urgentemente. E que a justiça não se cale mais uma vez diante da morte de um trabalhador e lutador do povo, que doou sua vida pela causa dos mais necessitados, como também pela garantia de seus direitos.

Lembramos também, que o aumento da violência no campo, se dar também devidos às ultimas políticas implantadas pelo Governo Federal, chefiado pelo ilegítimo Michel Temer, que fez e continua fazendo um desmonte nos órgãos responsáveis pelas políticas de desapropriação das terras e mediação de conflitos no Campo, a exemplo do INCRA, como também pela expansão do Agronegócio sobre o solo brasileiro, assim contribuindo para o aumento dos conflitos e da violência, em várias regiões do país.

Diante de todos os casos de violência promovidos pelo Estado de exceção que estamos vivenciando, seguimos na luta e reafirmamos mais uma vez o nosso compromisso com a preservação da vida e com a garantia de direitos para toda a sociedade.

Júnior Mota

Presente, Presente, Presente

Por Comunicação da PJR

Líder Camponês é Assassinado na Bahia

Mais um companheiro que tomba na luta pelos direitos dos trabalhadores. Na tarde desta quinta-feira, 13 de julho, o líder camponês e quilombola, José Raimundo Mota de Souza Júnior é assassinado.

Continue reading “Líder Camponês é Assassinado na Bahia”

TERRA SAGRADA

Camacan é uma cidade do sul baiano bem próxima ao sertão (fica a 67 km de Potiraguá). Fundada em 1961, foi uma das maiores produtoras de cacau do país na década de 70, mas entrou em declínio 20 anos depois por causa da praga “vassoura de bruxa” que dizimou as plantações.

Também é conhecida por causa da violência no campo e conflitos de terra. Um novo confronto parece ser iminente após o quarto despejo das 36 famílias do assentamento Terra Sagrada Guanabara I, realizado ontem (1º de junho). Os agricultores, que recuperaram a mata nas margens do rio Pardo e tornaram a propriedade produtiva, divulgaram a “Carta de Luta e Resistência do Nosso Povo!”, pedindo ajuda aos governos federal e estadual.

O coordenador da Pastoral Rural da Juventude e colaborador de site Meus Sertões, Joabes R. Casaldáliga, passou quatro dias no local e conta esta história através de vídeos e fotos que produziu no local.

despejo-1-768x558
Sem-terra esperam barco para levá-los para uma ilha do município de Mascote (BA)
“Pude acompanhar a movimentação nos dias que antecederam o despejo. Conversei com crianças, jovens, adultos e idosos e registrei seus sentimentos e angústias. Vivenciei a dor de quem tem que deixar sua plantação, criação e amargar prejuízos Trago comigo somente a esperança, que Deus e os “encantados” do rio Pardo (como crê Jucélia, a líder do assentamento) os protejam”.

As famílias despejadas foram para uma ilha do rio Pardo no distrito de São João do Paraíso, em Mascote (BA). No entanto, esperam voltar.

JUCÉLIA, A LÍDER DO GRUPO
MARINALVA E VALCI ALVES CAMBRA, AGRICULTORAS
MARINILZA, QUATRO DESPEJOS E AMEAÇAS
SUPOSTOS JAGUNÇOS
VAQUEIROS ESPIÕES E ROUBO DE GANSOS

VIA SITE: Meus Sertões

Construindo novos caminhos através da Formação, PJR Bahia inicia Escola de Formação

Começou hoje (8) na escola quilombola em Lages do Negros região de Campo Formoso o encontro de formação com jovens mulheres quilombolas.

FB_IMG_1491677096775

O encontro faz parte do calendário da PJR da Bahia e tem por objetivo a formação das jovens camponesas das comunidades quilombolas onde a PJR está inserida no processo de luta e formação.

FB_IMG_1491677117357

O encontro pela amanhã começou com a mística retratando um pouco das jovens mulheres negras que são a todo o momento violentadas. Em seguida Joabes da coordenação estadual da PJR falou um pouco da proposta da PJR no estado e sua articulação junto às comunidades e a juventude camponesa.

FB_IMG_1491677124274

A mesa de debate veio com as organizações que trabalham com juventude no estado e naregiao, colocando como ponto principal as politicas publicas para a juventude e jovens mulheres do campo e comunidades quilombolas.

FB_IMG_1491677148489

Fechamos a manhã, com a analise de conjuntura de Marli Fagundes do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) que nos trouxe um retrato do atual momento dos movimentos do campo de forma especifica a jovem mulher camponesa. Ela analisou todas as retiradas de direitos das mulheres depois do golpe que foi dado na democracia com a retirada de uma presidente eleita democraticamente. “Com o golpe dado todos nós estamos pagando com as retiras de tantos direitos conquistados”. Marli Fagundes.

Agora a tarde seguimos com duas oficinas de comunicação e turbantes indo até amanhã Domingo dia 9.

Postado por Comunicação Nacional da PJR

Texto e Imagens: Comunicação da PJR  Bahia

PJR da Bahia realiza Encontro de Formação neste final de semana

Estamos em Lages dos Negros, comunidade quilombola da região de Campo Formoso, onde dia 8 amanhã começa o encontro com a juventude.
O encontro tem por objetivo a formação com as jovens mulheres e terá no primeiro momento de formação uma mesa de debate com organizações locais e organizações que atuam no estado com politicas publicas para a juventude rural/quilombola.

Ainda pela amanhã teremos uma analise da conjuntura atual dos movimentos do campo com um olhar voltado a jovem mulher camponesa com a companheira Marli do MPA.

Num segundo momento, período da tarde teremos as oficinas, duas oficinas, uma de turbante essa com um objetivo do resgate da cultura local que será feita por Dão Ferreira (na foto) da cidade Araci, Dão tem um trabalho junto as comunidades quilombolas da Bahia e vem fazendo formação para o resgate cultura das culturas do povo de quilombo.

Uma outra oficina é a de comunicação popular, voltada para a realidade dos/as jovens que estão inseridos/as no processo do campo e no semiárido, que será feita por Paulo Oliveira, (na foto) jornalista do Rio de Janeiro que hoje mora em Salvador e coordena o site Meus Sertões que é voltado a uma comunicação popular dando visibilidade o semiárido, desmistificando o que as mídias convencionais mostram do sertão.
O encontro irá até o domingo (9) com a finalização das oficinas e os compromissos.

Joabes Rodrigues,
coordenação estadual da PJR Bahia.

PJR Bahia realizará atividade em Lages dos Negros

A Pastoral da Juventude Rural – PJR da Bahia realizará Encontro com a Juventude Camponesa das Comunidades de Lages dos Negros. A atividade é parte integrante do calendário de formação dos e das militantes da PJR da Bahia.

Confira a programação: Programaçao-de-Lages-dos-Negros.

Mais informações aqui: Joabes Casaldaliga

Confira a FanPage da PJR Bahia no Facebook:Click aqui